Domínio Público


Tentação by Eduardo Simões
20 setembro, 2006, 11:55 am
Filed under: Eduardo Simões, eleições, política

Resolvi, nesta quarta-feira, surpreender todos aqueles que esperavam uma sacola de ironias como, por exemplo, a pergunta. “O que está acontecendo com o Brasil? Só Freud explica”. Ok, confesso que ri muito com a infâmia da minha piada, que apesar de certamente ter sido criada por milhares de brasileiros, eu declaro de minha propriedade e ponto. Apesar disso, no melhor estilo “enganei todo mundo” vou inventar uma historinha e contá-la para o leitor.

Mas antes de começar –eu não consigo evitar—deixo uma sugestão para psicanalistas especializados. Que tipo de evidências o fato da pessoa ter um segurança –que depois vira assessor especial– chamado Freud, traz sobre o perfil do cidadão? Enfim, vamos à história.

Mas antes de começar a história, vocês viram essa história do churrasqueiro do Lula? Que coisa hein? O cara tinha até assado costela para o Fidel e agora corre o risco de parar ele próprio na grelha… Ah, essa foi boa vai! E essa eu duvido que mais alguém tenha inventado.

Ah é! A história. Só um ultimo parênteses antes de começar a contá-la. Pelo menos dessa vez o dinheiro não estava na cueca né? Imagina comer a costela assada por um churrasqueiro que manda um funcionário colocar o dinheiro na cueca? Se o cara faz isso, imagina onde ele manda o cidadão guardar a costela? Aliás, até hoje ninguém descobriu qual a origem do dinheiro da cueca. Melhor não perguntar, acho que tenho medo da resposta.

“O fato concreto”, como diz o barbudo lá de Brasília, é que eu já passo da metade do texto e nada de história. Ora, companheiros, como um candidato que promete a construção de quatro presídios federais em quatro anos, a criação de 10 milhões de empregos e não cumpre, acabei de decidir não cumprir minha promessa de contar uma historinha.

Primeiro porque não resisti à tentação de me esbaldar nesta enorme piada pronta que anda a política brasileira (alguém se lembra que o tesoureiro do PL, legenda envolvida no esquema do mensalão, chamava-se Jacinto LAMAS?).

Segundo, se você está a fim de historinha, vá a um comício eleitoral ou assista ao programa na TV. Nele, por exemplo, o barbudo lá de Brasília diz que construiu uma refinaria no Nordeste que ainda não saiu do papel e conta vantagem em ter criado universidades que ainda não foram erguidas em cima de suas pedras fundamentais.

Eu sou um cara sério. “Eu não sou igual a eles!!!” Não conto historinhas, pelo menos não nesta quarta. A tentação foi mais forte.

Mas embora eu faça as piadas, quem deve rir mesmo é o presidente-candidato lá na capital e seus seguranças, churrasqueiros e companheiros que ele colocou em cargos na administração federal.

Apesar das anedotas, das chacotas e das tiradas ora fantásticas, ora infames, ele continua liderando as pesquisas, como mostrou o Datafolha de terça-feira e, certamente, com um sorriso de orelha a orelha.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: