Domínio Público


Garota eu vou pra Califórnia by Eduardo Simões
24 janeiro, 2007, 3:46 pm
Filed under: celebridades, Eduardo Simões, esportes, futebol, sociedade

Que sonho hein? Em vez de uma aposentadoria convencional em que o cidadão pára de trabalhar e fica em casa vendo os filhos crescerem, uma pré-aposentadoria em que o camarada continua trabalhando com um nível de exigência muito menor, um salário bastante generoso e badalação, badalação e badalação –quem sabe até uma nova carreira no show business após o abandono definitivo da profissão.

Espetacular hein? Quem não gostaria? Só um maluco, ou um workaholic que morre aos 35 anos de infarto fulminante e uma vida recheada de stress.

Por isso não acho que dê para criticar o David Beckham. Afinal, de bola para valer o cara não está mais a fim, não está mais com saco de torcida cobrando resultado, de Fabio Capello pedindo raça e determinação. O que ele quer agora é pegar sua linda esposa e ir para a terra das celebridades e, unindo o útil ao agradável, ele arrumou um time que vai pagar uma bela grana para que ele cobre umas faltas, mostre um pouco de sua habilidade e pronto. Depois, badalação, badalação e badalação.

É só olhar as notícias. Das que eu achei, apenas uma fala de futebol e mesmo essa mostra que o Los Angeles Galaxy não está realmente preocupado em reforçar seu meio-campo com um jogador que passa bem e é um exímio cobrador de falta, mas sim reforçar seu caixa com um sujeito que traz um retorno financeiro fenomenal, retorno cuja ausência até mesmo o Real Madrid, que agora se despede do astro, deve sentir.

É um dizendo que a Spice-Esposa do meia recebeu oferta do rei do pop para comprar seu tenebroso rancho na Terra do Nunca, outro falando que o mais novo mais badalado casal de Hollywood deve ir à festa do coelhão Hefner e até mesmo os que garantem que a apimentada cônjuge de Beckham deve enfrentar ciumeiras das namoradas e esposas de seus colegas de time.

Futebol que é bom nada. Mas também, que bando de caras chatos esses críticos. Deixa o cara curtir a vida. Futebol para quê? Quem se importa com um bando de marmanjo correndo atrás de um negócio redondo?

Legal mesmo é viver entre as celebridades. Logo cedo, café-da-manhã com o amigo Tom Cruise, depois um almoço informal com Will Smith, Spielberg e Britney (que pode até mesmo estar sem a roupa íntima). À tarde, passeio com as crianças e a patroa na Dysneylândia, de noite alguma balada com bastante câmeras e o merecido sono lá pelas cinco da manhã.

 Treino? Como assim treino? Você sabe com quem está falando “professor”? Eu sou o Beckham! Conseguiu ser o principal astro da seleção do meu país sem nunca ter ganho nenhum título pelo English Team e fui contratado por uma das equipes mais badaladas do mundo e nunca ganhei nada de muito importante por lá também, então, “coach”, vai ver se eu estou em Neverland.

Afinal de contas, futebol para quê? Como diz a música: garota eu vou pra Califórnia, vou ser artista de cinema, o meu destino é ser star.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: