Domínio Público


Vaidade das vaidades by Gerson Freitas Jr.
14 março, 2007, 2:22 pm
Filed under: Gerson Freitas Jr., religião

Graças a Deus, o diabo não é lá muito de se fazer ouvir, mas foi marcante quando disse, em uma de suas pouco usuais incursões cinematográficas, o que se tornou uma de minhas frases favoritas: “Vanity is My Favorite Sin” ou “a vaidade é o meu pecado favorito”.

A vaidade é o segundo pecado capital na lista dos sete da Igreja Católica, embora eu, como bom protestante, humildemente discorde da “Santa Igreja” neste caso.  Um texto bíblico que vem agora à mente afirma que todas as obras do homem debaixo deste Sol são “vaidade e aflição de espírito” ou “desejo vão” – o trabalho diário, a busca pelo conhecimento, pelos prazeres, tudo vaidade.

A rigor, a vaidade nem mesmo seria um pecado, portanto, mas uma espécie de combustível que movimenta a máquina homem a realizar suas empresas sobre a terra. “Não há nada melhor para o homem do que comer e beber, e fazer que a sua alma goze do bem do seu trabalho. Vi que também isso vem da mão de Deus”, dizia o sábio.

Talvez o grande pecado seja o homem se deixar viver segundo suas vaidades, sejam elas quais forem. É quando o que antes era motivação se transforma em obstinação, e o homem passa a servo de seus próprios anseios. Como o cristianismo não permite o serviço a dois senhores…

A elucubração sobre a vaidade, Deus e o diabo, e os cristãos entre os dois, tem uma motivação, antes que o sempre tolerante leitor comece a questionar. Afinal, precisava eu de um bom nariz de cera para comentar tardiamente o escândalo envolvendo o casal Hernandes.

Não vou dizer, até poderia talvez, que a vaidade seja o maior pecado de Sônia e Estevam, como o provariam posses pouco convencionais para clérigos preocupados com a salvação eterna, entre os quais o tal haras de sei lá quantos milhões de dólares.

A questão é outra. É o que dá sustentação aos “falsos profetas” que proliferam como formigas em açucareiros, se não os “desejos vãos” de riqueza e prosperidade das ovelhas pós-modernas, mais preocupadas com os “tesouros terrenos” do que com a vida eterna no “reino de Deus”.  Afinal, não falta fiel que espera o milagre da multiplicação dos pães repetido em sua conta bancária na segunda-feira que sucede o culto dominical.

Alguém vai aí dizer que tem muito coitado, muita gente pobre, sendo ludibriado; e que o desespero, aliado a uma boa dose de falta de educação e cultura, é o ingrediente primeiro do charlatanismo. É verdade, mas cuidado com os preconceitos. Também há muita ovelha gordinha, com cartão de crédito e diploma na parede, apelando aos céus por bênçãos como o carro do ano, importado se possível, dispostos a barganhar com Deus por meio de saborosas doações mensais a pessoas e instituições pouco cristãs.

Vaidade das vaidades! É o que move a banda podre do “neopentecostalismo” (um dia vou escrever como os “neos” me assustam), retiradas, é claro, todas as exceções. De repente, santuários transformam-se em lucrativas empresas capitalistas, alimentando projetos pessoais, não apenas econômicos, mas de poder, ovelhas metamorfoseiam-se em vampiros, igrejas se transformam em currais, e pastores em alvos da justiça.

Alguém disse (pena não lembrar quem) que a religião é a água límpida que corre em veias defeituosas – e (acrescento eu) enche corações vaidosos.

Anúncios

12 Comentários so far
Deixe um comentário

Caro Junior,
um dia espero escrever igual a voce. Muito legal.
Wagner

Comentário por wagner

Cara… é nessas que a gente descobre que o buraco fica muito mais abaixo do que a gente imagina…
Um abraço!

Comentário por Lemos

Eu assisti o filme o “advogado do diabo” e até agora eu estou “tonta”, porque a vaidade estava me movendo de tal forma que eu estava ficando cega, gastando oque não tinha, me prejudicando, para manter oque, pose?
É tudo ilusão, pessoas falhas como nós que acreditamos que a vaidade, o dinheiro, e todas as coisas materiais, são tudo! Acho que pelo menos quando partimos desse mundo possamos fazer um caixão bem grande para levarmos tudo, o nosso carro, todo o nosso dinheiro e todos os objetos que nos fazem “felizes”, para debaixo da terra.
Oque vc é? qual é a imagem que as pessoas tem de vc?

Comentário por Keyla Gabrielle

Simplesmente incrivel!
Digitei ‘vaidades’ no google e realmente me interessei pelo trecho que surgiu, confesso que mais ainda quando li o texto todo.
muito bom!

Comentário por Lygia

muito bom mudou totalmente o meu conceito sobre o assunto,e ainda me deu um bom entendimento sobre a teologia da prosperidade.

Comentário por hermes

goatei do que li, simples de facil entendimento com clareza de pensamento, lamento que não seja mais amplo a divulgação do que escreve, seria interessante ouvir oque o pastor silar malafia diria se lesse esse documento

Comentário por samuel

Eu também.

Comentário por Halph

Adorei. Limpo, claro, simples e informativo. Tem muitos artigos na net, mas poucos informativos.

Comentário por Halph

Ótimo texto!

Concordo plenamente com sua posição sobre o assunto! Parabéns.

Comentário por Thales Rios

Olá, estava pesquisando no google algo sobre “o pecado da vaidade” e encontrei seu blog. Achei muito interessante, vc escreve muito bem, e está cada vez mais claro que o amor de muitos já esfriou, conforme diz a bíblia.
Ps.: tbm sou protestante.

Comentário por Thaís Cristina

adorei sua linguagem simples e bem objetiva.Acredito sempre na existencia maior,e como devemos amar as boas leituras,os bons dialogos,bons contatos, a natureza tudo faz parte de Deus. Obrigadooooo!

Comentário por ronaldo

adorei!!!!! Nao tem como nao ser grato com uma boa leitura desse naipe ,continua semelhando bons comentarios desse filho de DEUS.

Comentário por ronaldo da cruz sousa




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: