Domínio Público


Quem ama o educa? by vinacherobino
8 junho, 2007, 5:54 pm
Filed under: Uncategorized

Chegam seus filhos. Os dois entram, se sentam, conversam. Você não senta, não senta por que é o Educa. Vamos comer o que? Precisa perguntar? Não, a escolha já está feita, mas Educa refaz a pergunta esperando pelas respostas. E ai se não der as respostas, não vá quebrar a ordem de seu Educa. Mesmo com a resposta dada, debatemos alguns minutos, outras opções, falamos da comida japonesa só de sacanagem… O tempo necessário já passou, a pergunta verdadeira chega inapelável: Qual é o sabor da pizza?

Não importa mesmo, você é o Educa, vais escolher o mesmo sabor, aquela mesmíssima margherita que – além de tudo – é mais gostosa. Aliás, minto eu, até pergunta, para ir detonando sabor a sabor, calabresa, catupiry, portuguesa, todos em ordem caem para sobrar um: marguerita. Coma-se a marguerita que é, claro, da mesma pizzaria. Novidades são apenas outras novas chances de errar.

Dias desses, Educa entrou na era digital. Comprou um computador, com Vista, diga-se. Mais um que caiu no golpe, problemas de configuração, problemas de drivers, problemas de compatibilidade com as placas. Um caminhão de problemas digitais para o seu Educa. Educa que já teve diversas excursões de um dos filhos – eu – para arrumar o tal equipamento que, no final, não pode ser arrumado. Precisa ser trocado.

Certos dias, no entanto, ele ficou online. Tão online quanto possível, mas aprendeu rapidamente as maravilhas do foward nos e-mails que colocam a Amazônia como parte dos Estados Unidos ou alguma reclamação contra o PT. Mas, acima de tudo, ele aprendeu sobre o MSN. Do comunicador instantâneo, tiro um exemplo que – como poucos – explica exatamente o que é ser Educa.

Teclava comigo, irritadíssimo por eu não parar meu dia no meio e respondê-lo imediatamente. Disse, depois, que não gosta de falar comigo pelo micro, estou sempre muito “ocupado”. Ocupado que trazia, em seu ventre, uma dúvida muito grande sobre essa ocupação, mas sempre a certeza de que estava eu enrolando.

Enfim, ele entra um dia. Era meio da tarde, umas quatro. Começa: “VÉIO, QUANDO VC VEM AQUI PARA COMER?”. Fingi que não entendi que se tratava de outra troca para tentar arrumar a merda do computador e, humilde, tentei explicar. “Pai, qdo vc coloca tudo em maiúscula, parece que vc ta gritando. Enche o saco, tbm”. Reli umas duas vezes, pressenti, bati enter.

A resposta, inapelável como o sabor da pizza, não demorou um segundo. E ensinou mais sobre educa do que eu jamais poderia aprender lendo: “QUER ME ENSINAR A TCR?”.

Salve Educa…

Anúncios

1 Comentário so far
Deixe um comentário

haha! tb gosto só da margherita.

Comentário por Silvia




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: