Domínio Público


Relaxa e goza by Gerson Freitas Jr.
19 junho, 2007, 3:22 pm
Filed under: crise aérea, Gerson Freitas Jr., política, religião, sexo

Confesso que fiquei um pouco surpreso com a reação indignada ao “relaxa e goza” recomendado por Marta Suplicy aos estressados (e atrasados) passageiros aéreos. Talvez porque, ouvindo-a, não tenha soado tão grave, tão despropositado, tão “infeliz”, como ela mesma reconheceu mais tarde, certamente a contragosto.

Talvez por ser a ministra do Turismo uma sexóloga, a analogia não tenha caído tão mal. Por que não poderia Marta, logo ela, sempre tão direta, dizer “relaxa em goza” em vez de um burocrático “sei que as filas, os atrasos e a falta de informação e segurança nos aeroportos são desagradáveis, mas as belezas do País e o prazer de viajar compensam todos os contratempos que, cabe ressaltar, devem ser resolvidos o quanto antes”?

Ora, o relaxar e gozar está no DNA político do brasileiro, que desde sempre aceita bovinamente o descaso público com tudo que é público, que aprendeu a aceitar, a dar de ombros e seguir com o que está a fazer. Relaxa e goza. Sem culpa, sem pesos na consciência, sem tempo a perder com elucubrações que só acabam com o humor.

Desfrutamos nossos prazeres e festejamos nossos carnavais sem nos constranger ou indignar com nossas contradições, com tanta miséria, falta de educação e saúde. Somos a “extremidade mais sexy do catolicismo”, o “país tropical abençoado por Deus e bonito por natureza”. Sem amarras morais, sambamos e cantamos, relaxamos e gozamos.

Estamos, ademais, habituados a viver no grande prostíbulo que se tornou o Brasil. Veja a falta de pudores do Conselho de Ética do Senado para absolver Renan Calheiros! Aceitamos, compactuamos e até rimos. Como o fizemos com os que o antecederam em uma seqüência sem fim de escândalos políticos – de traficantes de influência, mensaleiros, sanguessugas,vampiros e mercadores de sentenças aos anões do orçamento, para ficar nos tempos recentes da democracia – e o faremos com os que o sucederão.

Abandonamos a presunção de inocência e partimos para o perdão dos culpados, sem julgamento. Marchamos em nome de Jesus e erguemos as mãos aos lobos em pele de cordeiro. Abandonamos a bandeira da ética e partimos para o sonho da coalização com os 300, antes picaretas, agora picaretas, sempre picaretas, pois vale seguir em frente não importa como. Relaxamos, que assim vai mais fácil, e gozamos.

Sim, um grande puteiro, que satisfaz necessidades e realiza fantasias, cada qual a seu preço, mas que de graça nos expurga de todos os pecados, preocupações e responsabilidade, um grande puteiro onde nos despem violentamente, amarram nossas mãos e pés, nos colocam em uma grande cama e, antes de nos foder, carinhosamente sussurram ao ouvido “relaxa e goza”.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: