Domínio Público


Nada de novo no front by Daniela Moreira
22 junho, 2007, 5:10 pm
Filed under: Daniela Moreira, jornalismo

Impaciente, ela rói um pãozinho de queijo sem-vergonha – os coffe breaks eram muito melhores na época das privatizações – e dá um gole no café preto, um gosto amargo na boca – sim, é preciso manter o peso, mas com adoçante é ruim de mais… Olha para o relógio e se irrita. Por que marcam a porcaria da coletiva de imprensa às 10h30 se só vai começar às 11h mesmo? Pensa consigo que é a última vez que chega no horário.

Senta na primeira fila – sentar é sempre uma vantagem para quem tem que calçar plataforma para atingir uma altura minimamente respeitável. De lá, poderá, mesmo com seu 1 metro e 57, traçar sua estratégia de ataque. Armada com seu bloco, sua caneta e seus óculos de armação de tartaruga, prepara a artilharia pesada.

Não, ela não vai perdoar nenhum vacilo, nenhuma frase mal amarrada, nenhum número mal explicado. Vai cair matando. “É hoje que aquela invejosa da Paula vai aprender quem entende pra valer dessa parada”. Os porta-vozes, malditos, que se cuidem. Vai espremer até a última gota do seu sangue imprestável.

Vão chegando as coleguinhas. Cumprimenta uma, duas, três, com beijinhos estalados no rosto. “Elas não perdem por esperar…”. Forma-se a mesa. Estão todos lá, os inimigos, lado a lado, prontos para serem abatidos.

De repente a relações públicas se levanta e faz a abertura. Repete, quase palavra por palavra o teor do e-mail convite: empresa tal anuncia o serviço tal com o objetivo de dobrar seus lucros e crescer 100% sua presença na região tal. Blá, blá, blá. Mas eles não perdem por esperar. É só uma questão de tempo.

Quinze minutos de papo-furado do vice-presidente e ela não se contém. Não vai esperar mais nenhum minuto. Vai quebrar tudo. “Fulano, afinal de contas, vocês são contra ou a favor das políticas governamentais para o setor?”. O estagiário sentado na cadeira ao lado não entende nada… Não era um serviço sem importância que estava sendo divulgado ali? De onde surgiu a explosão de fúria da colega ao lado? Pensa que precisa se empenhar mais em compreender o setor, deve estar por fora mesmo.

Surpreendido pelo tom agressivo da pergunta, quase uma ameaça de morte, o executivo balbucia alguma coisa. “Bem, ainda há um longo caminho a percorrer, mas estamos em um caminho interessante, e mais blá, blá blá”. E com um sorriso irônico no lábio, olhar de soslaio pra coleguinhas nas cadeiras ao lado, ela conseguiu sua manchete: “Empresa ataca governo e diz que mudanças são lentas e insuficientes”.

Quase como nos velhos tempos, dos escândalos das privatizações. Quase lá. Seu rosto agora brilha. Para as coleguinhas ao lado, invejosas de sua bravura, que agora também metralham o gorducho de paletó acuado na mesa – cada palavra pode render uma manchete, justificativas, repreensão da matriz, tudo perdido. Brilha para o estagiário, agora ainda mais confuso, sentindo-se menos um foca uma coletiva de imprensa e mais um recruta perdido em uma zona de combate, onde coronéis velhos disputam condecorações por bravura (ou braveza) e exibem suas patentes pomposos, orgulhosos de seus anos de estrada, do seu traquejo, sua malícia para conseguirem tudo que querem.

Mais um dia de emoção no front, mais uma manchete, mais uma notícia. Sim, é só botar os velhacos na parede que eles abrem o bico e soltam a notícia do dia. Cheia de si, ela levanta e segue feliz para a redação. Tarefa cumprida. Acabamos com eles!

Anúncios

1 Comentário so far
Deixe um comentário

é duro fugir dos pr plans… bjs

Comentário por Silvia




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: